Uncategorized

Peter Pan

Peter Pan vive junto com sua fadinha chamada Sininho na Terra do Nunca. Uma vez, Peter saiu da Terra do Nunca e foi voar por aí e começou a escutar uma voz doce, a voz de uma menina que, contava uma história. Ele curioso, foi até a janela dessa menina Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

O rei sapo

Era uma vez, no tempo em que os desejos ainda se cumpriam, um rei cujas filhas eram todas belas. Mas a menor era tão linda, que o próprio Sol, que já vira tanta coisa, se alegrava ao iluminar o seu rosto. Perto do castelo do rei havia um bosque escuro. Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Os 101 dálmatas

Era uma vez um dálmata chamado Pongo que vivia com um jovem músico, desarrumado e sonhador. Pongo tomava bem conta do seu amo, Roger Radcliff, e levava-o todos os dias a apanhar ar no parque. Naquela tarde, o calorzinho da Primavera encheu Pongo de melancolia: – Somos felizes juntos pensava Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

A Bela Adormecida

Era uma vez, há muito tempo, um rei e uma rainha jovens, poderosos e ricos, mas pouco felizes, porque não tinham concretizado maior sonho deles: terem filhos. — Se pudéssemos ter um filho! — suspirava o rei. — E se Deus quisesse, que nascesse uma menina! —animava-se a rainha. — Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

O patinho feio

Em uma granja uma pata teve quatro patinhos muito lindos. Porém, quando nasceu o último, a patinha exclamou espantada: – Que pato tão grande e tão feio! No dia seguinte, de manhãzinha, dona Pata levou a ninhada para perto do riacho. Mas os patos maiores estavam achando aquele patinho marrom, Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Cinderela

Cinderela era filha de um comerciante rico. Depois que seu pai morreu, sua madrasta tomou conta da casa que era de Cinderela. Cinderela então, passou a viver com sua madrasta malvada, junto de suas duas filhas que tinham inveja da beleza de Cinderela e transformaram-na em uma serviçal. Ela tinha Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Rapunzel

Era uma vez um distante reino, calmo e tranquilo até que um dia sua rainha, que esta grávida, adoece. Seus súditos, para salvar a rainha, inventam um elixir com uma flor cultivada a partir de uma gota de luz solar. O medicamento restaura a saúde da rainha e concede poderes mágicos Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

João e Maria

Às margens de uma floresta existia, há muito tempo, uma cabana pobre feita de troncos de árvores, onde moravam um lenhador, sua segunda esposa e seus dois filhinhos, nascidos do primeiro casamento. O garoto chamava-se João e a menina, Maria. Na casa do lenhador, a vida sempre fora difícil, mas, Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

A Bela e a Fera

Há muitos anos, em uma terra distante, viviam um mercador e suas três filhas . A mais jovem era a mais linda e carinhosa, por isso era chamada de “BELA”. Um dia, o pai teve de viajar para longe a negócios. Reuniu as suas filhas e disse: — Não ficarei Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Branca de neve

Há muito tempo, num reino distante, viviam um rei, uma rainha e sua filhinha, a princesa Branca de Neve. Sua pele era branca como a neve, os lábios vermelhos como o sangue e os cabelos pretos como o ébano. Um dia, a rainha ficou muito doente e morreu. O rei, sentindo-se muito sozinho, casou-se Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Os três porquinhos

Era uma vez uma feliz família de porquinhos que tinha três filhos. Os porquinhos foram crescendo e os pais notavam que estavam muito dependentes. Não ajudavam no trabalho de casa nem se esforçavam em nada. Então um dia, eles se reuniram e decidiram que os porquinhos, que já estavam bem Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

João e o pé de feijão

No tempo do Rei Alfredo, muito longe de Londres, vivia uma pobre viúva. Ela tinha um único filho, que era muito rebelde e extravagante. Aos poucos, ele gastou todo o dinheiro que ela possuia. Um dia, pela primeira vez na vida, censurou-o: – Filho malvado!!! Não tenho mais dinheiro nem Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

A galinha dos ovos de ouro

Era uma vez um casal sem filhos que vivia numa pequena cidade do interior. Eles eram conhecidos por serem muito avarentos e nunca estarem satisfeitos com nada. Se estava sol, queixavam-se do calor; se estava frio e chuva queixavam-se de viver num sítio onde nem sequer podiam sair de casa… Para Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

A cigarra e a formiga

Era uma vez uma cigarra que vivia saltitando e cantando pelo bosque, sem se preocupar com o futuro. Esbarrando numa formiguinha, que carregava uma folha pesada, perguntou: – Ei, formiguinha, pra que todo esse trabalho? O verão é pra gente aproveitar! O verão é pra gente se divertir! – Não, Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

O gato de botas

Um moleiro, que tinha três filhos, repartindo à hora da morte seus únicos bens, deu ao primogênito o moinho; ao segundo, o seuburro; e ao mais moço apenas um gato. Este último ficou muito descontente com a parte que lhe coube da herança, mas o gato lhe disse: — Meu Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Pedro e o Lobo

Há muito, muito tempo, havia um pequeno pastor que se chamava Pedro e que cuidava das suas ovelhas nos campos de pasto dos arredores da aldeia. Todas as manhãs, muito cedo, o pastor saía com o seu rebanho para o campo e ali passava horas e horas. Muitas vezes, enquanto Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Cachinhos Dourados

Era uma vez uma bela família de ursos que vivia em uma floresta, bem distante. Toda semana, o papai urso, a mamãe ursa e seu filhinho ursinho, saíam para passear na floresta pela manhã, antes do almoço. A sabida mamãe ursa já deixava a mesa posta antes de sair, assim Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

O Flautista de Hamelin

Há muito tempo, na cidade de Hamelin, aconteceu algo muito estranho: uma manhã, quando seus gordos e satisfeitos habitantes saíram de suas casas, encontraram as ruas invadidas por milhares de ratos que iam devorando, insaciáveis, os grãos dos celeiros e a comida de suas despensas. Ninguém conseguia imaginar a causa Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás
Uncategorized

Pinóquio

Era uma vez um homem chamado Gepeto que fazia lindos bonecos de madeira. Vivia sozinho e o seu sonho era ter um filho com quem partilhar todo o seu amor e carinho. Um dia, Gepeto fez um pequeno rapaz de madeira. Quando terminou, Gepeto suspirou: “Quem me dera que este rapazinho Leia mais…

Por Marcel Leal, atrás